0373  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 2  
25/12/2023
O TEMPO DO NATAL
Acadêmico: Gabriel Chalita

O natal é o Amor feito menino para ser ponte entre nós e nós mesmos, entre nós e os nossos irmãos. Pontes ligam. Pontes poetizam travessias.
17/12/2023
ATENÇÃO, SUBSTANTIVO FEMININO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Olho para os lados e vejo aridez. Terra seca. Terra impedidora de nascimentos de esperanças.
10/12/2023
O ENCOLHIMENTO DA VIDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

A vida de Ivete encolheu. Sei disso, porque sei sentir. Era sobre um outro homem que ela dizia, quando eu amaciava as conversas falando ternuras. Não sobre mim. Não sobre nós.
3/12/2023
UM ACORDAR DE POESIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

u olho ao lado e desacredito de tamanha beleza. Passo suavemente a mão pelo corpo sem cansaço, descansando. Ele é mais jovem. Até quando, meu Deus?
26/11/2023
SUA EXCELÊNCIA, O TEMPO
Acadêmico: Gabriel Chalita

O tempo é generoso nas arrumações, nos alívios. Mas é implacável nos desfazimentos
19/11/2023
SOBRE O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Que o dia da consciência negra nos relembre a liberdade. O direito à liberdade.
12/11/2023
O RETRATO DO RETRATISTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

O retrato do retratista que eu faço era o de homem que tinha a paciência de buscar em nós a nossa melhor imagem.
5/11/2023
O TEMPO DA COMPREENSÃO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Demorei algum tempo para ver nascer o tempo da compreensão. Então, me vesti de vida e consegui caminhar nas calçadas sem o medo dos encontros.
22/10/2023
OS CAMPOS BONITOS DA VIDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Amar ou armar? É de dentro para fora que as decisões decidem paz. É de dentro para fora que se conhecem, que se preservam os campos bonitos da vida.
15/10/2023
A CARTA DE MINHA AVÓ
Acadêmico: Gabriel Chalita

Estude as teorias e os sentimentos. E escolha a profissão que você quiser. E, na profissão que você escolher, seja bom. Apenas isso.
8/10/2023
O LUTO DAS CASAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Toda a cidade chorou. Todas as janelas decidiram fechar as cortinas. Morreu a Socorro, Maria do Socorro, minha avó.
1/10/2023
O ORFANATO DAS PALAVRAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Se o sonho sonhado dormindo não foi bom, foi bom para lembrar que posso adotar palavras e posturas que embelezam o mundo.
24/9/2023
O APAGADOR DE ALMAS - PARTE 3
Acadêmico: Gabriel Chalita

Há segredos que merecem prosseguir, principalmente quando fazem o passado mudar o presente, acrescentando dor em vidas já doídas.
18/9/2023
O APAGADOR DE ALMAS - PARTE 2
Acadêmico: Gabriel Chalita

A falta de amor pela vida é que nos envelhece.
10/9/2023
O APAGADOR DE ALMAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

As ignorâncias se dissipam na compreensão da força do viver. As rasuras prosseguem nos meus textos.
3/9/2023
MEU IRMÃO GÊMEO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Meu irmão gêmeo, que bom que viemos juntos sentir o mundo!
27/8/2023
HERDEIROS DA VIDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Como é bom ter a consciência de que compreendi o meu lugar no mundo.
20/8/2023
A SUJEIRA DOS PASSOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

A vitória mais bonita do existir está na bondade.
13/8/2023
É DIA DOS PAIS, PAI
Acadêmico: Gabriel Chalita

Agradeço a você, alicerce dos valores que prossigo tentando viver. Sou ainda aprendiz na arte de ser bom.
6/8/2023
O CHORO DE DEUS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sinto que Deus chora ao ver tantos filhos seus plenos do direito do julgar e ausentes do movimento do amar.
30/7/2023
O PERDIDO CEMITÉRIO
Acadêmico: Gabriel Chalita

O tempo do tempo em que eu vivia na pequena cidade já se foi há muito. Morreram todos.
23/7/2023
DIA DO AMIGO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Não há amizade onde não há amor, onde não há ética, onde não há respeito.
16/7/2023
O DESPERTAR ROMÂNTICO
Acadêmico: Gabriel Chalita

O presente é um bom limpador de passados para que o futuro venha sem medo nem preguiça.
9/7/2023
O LATIDO DO CACHORRO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Vou perguntar o nome do cachorro e vou dizer o meu. E permitir que me conheça. Só assim não nos estranharemos.
25/6/2023
E, DE NOVO, SÃO JOÃO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Enquanto eu sorria o sorriso da gratidão, olhava a fogueira enchendo de calor e de esperança a vida.
 1     2    3     4     5     6     7     8     9   

 10     11     12     13     14     15   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.