Compartilhe
Tamanho da fonte

cadeira nº 28
LYGIA FAGUNDES TELLES

Patrono: Caetano de Campos
Fundador: Rubião Alves Meira
Aniversário: 19/4/1923
Data de posse: 29/4/1982

Contista e romancista, Lygia Fagundes Telles nasceu em São Paulo, em 19 de abril de 1923, mas passou a infância em pequenas cidades do interior do estado, onde o pai, o advogado Durval de Azevedo Fagundes, foi promotor público e delegado.

A mãe, Maria do Rosário (Zazita), era pianista.

Algumas das cidades percorridas nessa infância instável: Sertãozinho, Areias, Assis, Apiaí e Descalvado. Voltando a residir com a família em São Paulo, a escritora formou-se em direito pela Universidade de São Paulo, e ainda na Escola Superior de Educação Física da mesma universidade.

Foi casada com o jurista Goffredo Telles Junior, do qual se divorciou. Casou-se em seguida com o ensaísta e crítico de cinema Paulo Emílio Salles Gomes. Tem um filho, Goffredo Telles Neto, cineasta.

A autora começou a escrever muito cedo, o que a levou depois a considerar seus primeiros livros "muito imaturos e precipitados", chegando a rejeitá-los.

Segundo o crítico literário Antônio Cândido, o romance Ciranda de Pedra (1954) seria o marco de sua maturidade intelectual.

Vivendo a realidade de uma escritora do terceiro mundo, Lygia Fagundes Telles considera sua obra de natureza engajada, ou seja, comprometida com a condição humana dentro da circunstância de seu país, participante e testemunha que é deste tempo e desta sociedade.

Recebeu diversos prêmios literários, entre os quais:

Prêmio Instituto Nacional do Livro (1958)
Prêmio Guimarães Rosa (1972)
Prêmio Coelho Neto, da Academia Brasileira de Letras (1973)
Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro (1980)
Prêmio Pedro Nava, de Melhor Livro do Ano (1989)


A coletânea de contos A noite escura e mais eu (1996) recebeu três importantes prêmios literários:
Melhor livro de contos,
Biblioteca Nacional;
Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro;
Prêmio APLUB de Literatura, Porto Alegre.

Lygia Fagundes Telles participa de várias antologias de contos, publicadas no Brasil e no exterior.
Faz parte da Academia Brasileira de Letras.
Em 2016 a autora foi indicada ao prêmio Nobel de Literatura.

Obras da autora:

Ciranda de Pedra - Romance
Verão no Aquário - Romance
Antes do Baile Verde - Contos
As Meninas - Romance
Seminário dos Ratos - Contos
A Disciplina do Amor - Fragmentos
Mistérios - Contos
As Horas Nuas - Romance
A Estrutura da Bolha de Sabão - Contos
A Noite Escura e Mais Eu - Contos
Invenção e Memória - Contos
Durante Aquele Estranho Chá - Textos (Editora Rocco)
Os Melhores Contos (Editora Global - seleção de Eduardo Portella)
Oito Contos de Amor (Editora Ática)
Venha ver o pôr-do-sol e Outros Contos (Editora Ática)
Pomba Enamorada e Outros Contos Escolhidos (Editora LP&M Pocket - Seleção de Léa Masina)


Fundador: Rubião Alves Meira Patrono: Caetano de Campos Fundador: Rubião Alves Meira Sucessores: Júlio de Mesquita Filho; Luís Martins Sucessores: Júlio de Mesquita Filho; Luís Martins




voltar




 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562